Evoluímos, mas ainda precisamos evoluir muito mais!

Nunca se falou tanto sobre violência contra a mulher. Assédio deixou de ser ‘engraçadinho’ e virou crime. Evoluímos. Mas ainda há um loooongo caminho pela frente… Por que estou escrevendo isso? Acho que ainda está para nascer uma mulher que nunca tenha passado por algum tipo de violência física, sexual ou mesmo verbal, de caráterContinuar lendo “Evoluímos, mas ainda precisamos evoluir muito mais!”

Todos vamos envelhecer

Mais certo que isso, só a morte. De fato, essas são as duas opções que temos: envelhecer ou morrer antes. Falando assim, até parece que é fácil, né? Mas sabemos que não é bem assim, não é naaaaada assim! Tem a questão da vaidade: quem gosta de ver a pele que antes era lisinha perderContinuar lendo “Todos vamos envelhecer”

(IN)congruências nossas de cada dia

Recentemente entrevistei uma renomada coach sobre a descrença política que atinge grande parte dos brasileiros. Ela falou sobre a falta de congruência de muitos políticos e que isso abala diretamente sua credibilidade. Mas o que seria essa tal congruência? Segundo ela, o pensar, falar e agir devem estar alinhados, isso é ser congruente. E qualquerContinuar lendo “(IN)congruências nossas de cada dia”

Segunda-feira eu começo!

Quem nunca falou isso? Chega quarta, quinta-feira.. E quando surge uma nova atividade, ao invés de fazê-la imediatamente, deixamos para… Segunda-feira! Às vezes acontece de um dia pro outro. Chega 15h, 16h… E o que aparece depois disso, fica para o dia seguinte. Existe aquele ditado: “não deixe para amanhã o que você pode fazerContinuar lendo “Segunda-feira eu começo!”

A vida nos dá o que a gente precisa, não o que a gente quer

Quem me disse isso foi a Clarissa, minha colega na TV. O assunto começou nas nossas mães, dizíamos que elas fazem coisas diferentes das que a gente gostaria que elas fizessem. Aí a Clarissa me disse: “as mães sabem do que os filhos precisam”. Daí pra constatação filosófica do título foi um pulo! Rsrs.. FiqueiContinuar lendo “A vida nos dá o que a gente precisa, não o que a gente quer”

Pessoas e tragédias

Acordei hoje com a notícia de um prédio que havia implodido no centro de São Paulo. Como jornalista, a primeira coisa que pensei foi: se eu estivesse trabalhando em outra emissora, muito provavelmente estaria lá acompanhando de perto o trabalho dos bombeiros. Mas estou trabalhando com TV, fazendo o que amo e com o luxoContinuar lendo “Pessoas e tragédias”