Sobre o dia da mulher: e se fosse um homem?

Já ouvi mulheres sendo chamadas de vagabundas por fazerem sexo no primeiro encontro. Ou por terem múltiplos parceiros. Ou por fazerem sexo pelo simples ato. E se fosse um homem?

Já ouvi dizerem que é nojento uma mulher madura ter um relacionamento com uma pessoa (bem) mais jovem. E se fosse um homem?

Já ouvi mulheres em cargo de chefia serem chamadas de ‘mal comidas’ ao tomarem atitudes duras. E se fosse um homem?

Já vi mulheres que escolheram não ter filhos serem julgadas por sua decisão. E se fosse um homem?

Já ouvi dizerem que mulheres bem-sucedidas alcançaram o sucesso em troca de favores sexuais. E se fosse um homem?

O pior de tudo é que ouvi todas essas coisas de outras mulheres…

Nós, mulheres, devemos nos unir.

Neste dia oito de março, vamos lembrar que somos parte essencial desta luta.

Feliz dia internacional da mulher!

Publicado por Tati Rockenbach

Jornalista, apresentadora de TV, atriz, pole dancer, zoukeira e mais um monte de coisas! (assim como todos nós né!). Sou gaúcha de Porto Alegre, morei no Rio, SP e atualmente estou em Joinville, SC. Vim pra cá no final de 2019 para realizar um sonho: apresentar um programa de TV de variedades. E estou aqui desde então. Sempre gostei muito de estudar sobre comportamento humano e inteligência emocional. Acredito que o autoconhecimento é o nosso maior aliado na busca por uma vida mais leve, plena e com menos noias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: